Aplicação de Geotecnologias no setor de mineração

Aplicação de Geotecnologias no setor de mineração

Recebemos hoje o pdf com a matéria publicada na edição anual da revista internacional Geospatial World, de janeiro/2014, que fala sobre o crescimento e a importância do uso de geotecnologias no setor de mineração. Visando destacar o papel das tecnologias geoespaciais no crescimento da economia nos países pertencentes ao BRICS, a matéria, que conta com

Geotecnologias na Gestão Pública – Melhores Momentos

Geotecnologias na Gestão Pública – Melhores Momentos

Estivemos nos dias 23 e 24 de outubro na UERJ participando como patrocinadores do evento Geotecnologias na Gestão Pública 2013. Promovido pelo Labgis (Laboratório de Geotecnologias), o evento contou, nesta terceira edição, com uma série de palestras e apresentações de cases de sucesso de empresas de órgãos públicos envolvidas em projetos de geotecnologias.  Contando com transmissão ao

Processamento Digital de Imagens de Satélites: Um Breve Histórico (parte 2)

Processamento Digital de Imagens de Satélites: Um Breve Histórico (parte 2)

Há cerca de 40 anos, o Brasil foi o segundo país a contar com uma estação de recepção, gravação e processamento de imagens de satélite. Em 1972 era lançado o primeiro satélite de Sensoriamento Remoto voltado para uso não militar. Batizado de ERTS (Earth Resources Technology Satellite), posteriormente foi rebatizado como Landsat-1. No ano seguinte,

Processamento Digital de Imagens de Satélites: Um Breve Histórico

Processamento Digital de Imagens de Satélites: Um Breve Histórico

Atualmente, o formato de imagem mais comum é o digital. Aquisição, distribuição e visualização costumam ser feitas em meio digital. As câmeras fotográficas são digitais, e os celulares configuram hoje o dispositivo mais usado para fotografar. As redes sociais são os meios mais usados para visualização de fotografias, e fazem com que a manipulação de

Mapeamento por satélites: qual a melhor solução?

Mapeamento por satélites: qual a melhor solução?

Na hora de definir a melhor solução para o mapeamento por satélite, o usuário deve ter em mente que muitas vezes a melhor solução é o uso integrado de diferentes satélites e tecnologias. Nos projetos regionais isso fica ainda mais evidente. O uso integrado de diferentes satélites buscando alta resolução temporal, ainda que com baixa

Sala de Realidade Virtual para GIS

Sala de Realidade Virtual para GIS

Na semana passada, estive na Vale em Belo Horizonte. Antes da reunião, fui apresentado à sala de Realidade Virtual. Fantástica. Concebida pela Patrícia Procópio, a sala é constituída do que há de mais avançado em tecnologia de realidade virtual. O pioneirismo está no uso da RV para suportar projetos de GIS. O mais incrível é

GEOBIA 2012

GEOBIA 2012

A AMS Kepler irá participar como patrocinadora do GEOBIA 2012, evento internacional que será realizado nos dias 7 a 9 de Maio no Windsor Barra Hotel, no Rio de Janeiro. Elaborado em parceria entre o INPE e a PUC Rio, o GEOBIA irá abordar a Análise Geográfica com base em Imagens, onde um grupo selecionado

Realizados novos testes no satélite CBERS-3

Realizados novos testes no satélite CBERS-3

Marcelo Fontenele, Arquiteto Sênior da AMS Kepler, esteve junto com outros especialistas na China Especialistas brasileiros e chineses realizaram testes de compatibilidade com o segmento de aplicação do satélite CBERS-3 entre os dias 29 de fevereiro e 7 de março, na China. Em parceria com a Academia Chinesa de Tecnologia Espacial (CAST), o INPE mantém

Imagem de alta definição da Terra

Imagem de alta definição da Terra

A NASA divulgou recentemente uma foto fantástica, em alta definição da Terra, voltada para o território norte-americano que sobrepõe a famosa imagem Blue Marble tirada em 7 de dezembro de 1972 pela tripulação da nave espacial Apollo 17 a uma distância de aproximadamente 55 mil Km. A nova versão da imagem Blue Marble é um

Pléiades-1A, mais um satélite de alta resolução espacial

Pléiades-1A, mais um satélite de alta resolução espacial

Na noite de 16 para 17 de dezembro do ano passado, foi lançado com sucesso o primeiro satélite Pléiades, da empresa europeia Astrium. No futuro, será lançado um segundo satélite para completar a constelação. Algumas dúvidas cercam esse novo satélite, a começar pela grafia do nome: Pleiades (sem acento) é a forma adotada pelo CNES

Email Us

Your message was successfully sent. Thank You!