Emprego é problema?

Foi publicada no dia 24/03 no globo.com uma matéria onde economistas convergem num ponto: para reduzir a pressão inflacionária o governo deve aumentar os juros para provocar demissões. É isto mesmo: a causa da inflação é o baixo índice de desemprego. Se por acaso vier a demitir algum ou alguns funcionários, não fiquem chateados comigo. Vocês são os mártires que estão sendo sacrificados para o bem maior da nação.

A saída é frear a economia. É demitir mesmo. Alexandre Schwartsman (ex-diretor do Banco Central)

Não dá para fazer omeletes sem quebrar ovos. Ilan Goldfajn (ex-diretor do Banco Central)

Aumento de salário provoca redução da margem de lucro, o que desestimula o investimento. Rogério César Souza (economista chefe do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial)

Para alguns, como José Márcio Camargo (especialista em mercado de trabalho e professor da PUC-Rio), subir os juros neste momento só traria benefícios, pois não afetaria o crescimento da economia que já estaria “totalmente estagnada”.

Quando o Brasil consegue experimentar o surgimento de uma classe média mais significativa, ao invés de se buscar o aumento na produção para conseguir redução do custo unitário decorrente do aumento da escala, com reflexos imediatos e positivos na inflação, opta-se por manter a produção e diminuir o consumo por meio do desemprego.

Isto me lembra o Delfim Netto, ex-ministro da Fazenda, da Agricultura e do Planejamento nas décadas de 70 e 80, que defendia, durante o milagre econômico do regime militar,  que o bolo tinha que crescer mais antes de ser distribuído a todos os brasileiros. Mas ironia maior, o mesmo Delfim Netto é hoje uma das poucas vozes dissonantes entre nossos renomados economistas. Para ele, o Brasil vive hoje um “processo civilizatório de inclusão social” que deve ser preservado. 

Nossos doutores já vaticinaram que o baixo desemprego provoca aumento da inflação. Saberiam eles dizer o que o aumento do desemprego provocaria no nosso já indecente índice de desigualdade social?

Comments

Post a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Email Us

Your message was successfully sent. Thank You!