Save the Date: 11 de fevereiro, lançamento do Landsat 8

O LANDSAT foi o primeiro satélite não-tripulado especificamente projetado para a aquisição de dados sobre a superfície da Terra de uma maneira sinóptica, sistemática e repetitiva. O plano inicial da NASA era o de ter um satélite experimental de recursos terrestres, no sentido de demonstrar que este poderia servir como uma importante fonte de informações para o monitoramento da Terra e de seus recursos. No entanto, os resultados e o sucesso alcançados pelo Landsat foram tão expressivos que a NASA decidiu dar continuidade à serie.

Sete satélites já fizeram parte do programa, mas apenas seis conseguiram chegar até a órbita do planeta. Atualmente dois satélites, os Landsat 5 e 7, estão em operação mas apesar do satélite ter excedido em muito os três anos de vida útil inicialmente programados, o mais antigo satélite norte-americano de observação do nosso planeta, o Landsat 5, vai fechar os olhos para sempre ainda este ano (conforme já falamos AQUI).

O que está sendo divulgado agora é que o Landsat Data Continuity Mission (LDCM), ou Landsat 8, como é chamado, já tem data e horário previstos para o lançamento: 11 de fevereiro de 2013, às 10h04. Para dar uma bombada no evento, a NASA vai reunir 80 de seus seguidores de mídias sociais nos dias 10 e 11 de fevereiro  no local do lançamento, Vandenberg Air Force Base, na Califórnia.

Segundo o próprio site da NASA informa, o novo satélite  continuará a obter dados valiosos e imagens do nosso planeta e manterá a tradição de seus predecessores.  Não sou a pessoa mais capacitada para falar sobre o assunto mas sei que a política de dados livres e abertos do Serviço Geológico Americano (USGS) resultou em grandes vantagens e na criação de grandes oportunidades de apoio à ciência, governo, negócios, educação, agricultura e demais atividades. Isso significa que, desde o início do programa em 1972, a NASA vem fazendo bonito e contribuindo para fornecer importantes recursos para a compreensão de nosso planeta.

Como não poderia ser diferente, foram incorpororadas melhorias aos sensores do Landsat 8, Operational Land Imager (OLI) e Thermal Infrared Sensor (TIRS)  em relação aos sensores Thematic Mapper e Enhanced Thematic Mapper Plus, com a adição de bandas espectrais, com um desenho pushbroom, com uma maior capacidade de gravação de dados a bordo, e com uma maior rapidez na transferência a bordo das imagens obtidas, de modo a garantir uma melhoria no sistema do satélite como um todo.

Abaixo podemos ver uma seleção de algumas das melhores imagens feitas pelo programa ao longo de seus 40 anos. O material foi divulgado pelo Observatório da Terra, cuja missão é compartilhar com o público as imagens, histórias e descobertas sobre o clima e o ambiente que surgem a partir de pesquisas da NASA.

Quer participar da  festa de lançamento?

Save the Date. Dia 11 de fevereiro, veja tudo ao vivo Aqui!

 

 

 

 

Comments

Post a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Email Us

Your message was successfully sent. Thank You!