China rumo ao Espaço

A China vem despontando como a nova força para dominar o Espaço Sideral. Os jornais e a televisão vêm, desde ontem, noticiando o novo passo chinês. Ela colocou em teste operacional um sistema de navegação por satélites, denominado Beidou. A intenção principal é não depender do sistema americano (GPS). Desde 2000 já foram lançados 10 satélites desse sistema e até 2020 outros 25 (sendo 6 em 2011) serão lançados, num total de 35 satélites que terão alcance mundial.

Atualmente o sistema Beidou permite a localização geográfica com precisão de 10m, porém os militares chineses conseguem dados com maior precisão. Ele irá competir com os sistemas GPS (americano), Galileo (europeu) e GLONASS (russo).

Beidou é o nome de um grupo de estrelas (as mais brilhantes) da constelação de Ursa Maior.

O apetite chinês pelo espaço é grande. Nesse ano, a China ultrapassou os Estados Unidos em lançamento de satélites: 19 a 18. No passado recente, ela mostrou força e precisão ao destruir um antigo satélite com um míssil. Além disso, a China detém a capacidade de destruir mísseis em pleno voo.

Para o futuro, a China pretende lançar uma estação espacial e realizar a próxima viagem tripulada à Lua. Planos bem ambiciosos.

Esses resultados mostram também o avanço do poderio militar chinês, criando preocupação principalmente para o governo americano.

E pensar que em 1988, quando assinaram o protocolo de cooperação na área espacial, Brasil e China estavam no mesmo patamar de desenvolvimento nesse segmento.

Comments

Post a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Email Us

Your message was successfully sent. Thank You!